Textos

C A R I N H O S O
C  A  R  I  N  H  O  S  O
O carrinho de compras do SM
Esse carrinho é pesado
O que o torna leve e fácil
É eu estar apaixonado
Por você eu saí do limbo
Da deslembrança na margem
A 3ª Margem do Rio
Enobreceu-me de arte
Descobri a face amante
Concubina da amizade
Se fosse fácil gostar
Fosse moleza amar-te
O mundo estaria cheio
“Assim” de atletas campeões
Em saber acasalar-te em dias
De carpir, gemer, prantear
Mesmo sendo um perdedor
Por ti desperto cedo
Pego ônibus e metrô
Por ti eu venço o medo
De ficar cativo do sono
E sonho com esse abrigo
De teu colo fugaz e propício
Talvez pergunte “Quo Vadis”
Por não querer estar sozinho
Ao voltar das compras sei
Eu não serei um estranho
Alheio a seus carinhos
Essa é uma longa e sinuosa
Estrada. Faço dela meu ninho
Mesmo em dias bizarros
Longe querer ficar sozinho
Como é bom e belo dedilhar
Sons maviosos em teu sininho.
Decio Goodnews
Enviado por Decio Goodnews em 31/10/2020


Comentários