Textos

Afeição Globalizada
Por que não se cumprem
Teus sonhos? São eles tão
Poucos! Ter lábios para ah
Beijar. Olhos para sorrir Ih
Uma face para virar quando
Seu amor nela bater. Achar
A palavra para rimar com
Crescer. Mover os passos
Caminhar simultaneamente
A se comover em estar sim
Simplesmente satisfeito
Com o milagre de viver.

Por que não se realizaram
Nem se completaram os
Sorrisos se embrulharam
Como mercadorias nos
Códigos de barras dos
Supermercados.

Bastavam uma ou duas
Emoções que foram ah
Adiadas para um amanhã
Que nunca. Não chegava
As amizades das quais gostavas
Foram ficando para outro dia
Cada vez mais furtivo dizias
E dissimulavas segredos
Triturados na salada legumes
Gostarias de cortar também
Teus medos.

Por que não se cumpriram
Os sorrisos desapareceram
Antes de sorrir. Parecia tão
Fácil chegar aonde nunca
Chegavas.

Por que o amanhã amordaçava
Os desejos ao invés de vê-los
Realizados? Afinal, eram tão
Simples e poucos. Por que o
Amanhã amordaçou a oração
Que falavra de carinho? Ela a
Ternura nunca se achava nas
Prateleiras para por com as
Compras no carrinho?

Por que ficou tão solitário
O estar sozinho? E o ímã
Do imaginário parece ter
Parado no pentear os
Dias e os cabelos? E o
Viver Ahh! Parece mais
Um transe sem poesia.
Decio Goodnews
Enviado por Decio Goodnews em 01/11/2011
Alterado em 03/11/2011


Comentários